GOIOERÊ, 14 DE DEZEMBRO DE 2017   -  

Vigilância Sanitária alerta para armazenamento de alimentos no verão

No verão, os riscos de contaminação dos alimentos são maiores e, consequentemente, os problemas de saúde, como intoxicações alimentares, também aumentam.

Atualizado em 23/02/2017 22:04:10

Em períodos com temperaturas mais elevadas, os cuidados ao armazenar produtos perecíveis precisam ser redobrados. É importante manter os alimentos refrigerados em uma temperatura de até 5ºC. Entre os que precisam de mais atenção estão os chamados alimentos frescos como carnes, produtos lácteos, queijos, enfim, tudo o que for perecível merece mais cuidado.

Na hora da compra, o ideal é levar os alimentos o mais rápido possível para a refrigeração, evitando expô-los a altas temperaturas. “Quando a pessoa vai ao mercado no verão, é interessante que ela comece a compra pelos produtos não perecíveis, e, por fim, pegue os alimentos refrigerados e congelados, justamente para evitar que fiquem expostos ao calor por muito tempo”, diz Karina Ruaro, coordenadora da Vigilância Sanitária de Alimentos da Secretaria de Estado da Saúde.

Além disso, é importante perceber se os produtos estão sendo armazenados em temperaturas adequadas no próprio supermercado. “Em alimentos congelados, você percebe nas embalagens se eles estão rígidos ou amolecidos. Isso vai indicar se a temperatura do equipamento de armazenamento está adequada ou não”, exemplifica a coordenadora.

PESCADOS
Os cuidados também devem ser lembrados na hora de comprar pescados. Se o peixe for fresco, a temperatura de conservação deve ser menor do que 4ºC. Além de manter sempre refrigerado na hora de transportar, deve-se notar no peixe as seguintes características: olhos brancos e salientes, brânquias de cor rosada a vermelho intenso, escamas firmes e sem a presença de manchas.

DENÚNCIA
A Secretaria da Saúde recomenda que a população compre produtos legalizados pelos serviços de inspeção sanitária e opte por estabelecimentos licenciados. O consumidor deve denunciar irregularidades à Vigilância Sanitária do município. Outro meio de realizar a denúncia é pela Ouvidoria Geral da Saúde SESA/Paraná pelo telefone 0800 644 4414.


Ao comprar e preparar alimentos no verão siga essas dicas:

• Lave bem as mãos antes de preparar os alimentos;

• Prefira alimentos leves e de fácil digestão, como frutas e legumes;

• Certifique-se de que alimentos vendidos na praia estão bem cozidos ou assados;

• Na hora de descongelar alimentos, use preferencialmente o micro-ondas ou a geladeira. Não descongele em temperatura ambiente;

• Tome cuidado com alimentos com ovos como maionese e cremes. Após o preparo eles devem ser mantidos refrigerados;

• Fique atento com as embalagens. Não compre se estiverem perfuradas, sujas, amassadas, estufadas ou trincadas;

• Antes de comprar qualquer alimento, confira sempre a data de validade.

Você também pode querer ver estas notícias!

PREVENÇÃO

‘Carnaval Seguro’ orienta sobre doenças sexualmente transmissíveis

REIVINDICACÕES

Agodef quer construção de academia adaptada

COTADO

Sérgio Souza entra na disputa pela vaga de ministro de Justiça

SAÚDE

Prefeitura garante que novos médicos começam trabalhar nos próximos dias


Fechar (X)